(31) 3295-3425 (31) 99449-7090

A inteligência emocional é uma das competências mais faladas e mais valorizadas atualmente. Nos processos de seleção e promoção das grandes organizações essa competência é mandatória, sem ela os processos não avançam. Nas relações sociais quem a tem está muito mais apto a ter relacionamentos saudáveis e sustentáveis.

Mas, afinal o que é inteligência emocional?

A inteligência emocional

 Inteligência emocional é a nossa capacidade de reconhecer e entender as emoções em nós mesmos e nos outros e usar essa capacidade para gerenciar os comportamentos e os nossos relacionamentos. Ela influencia o modo como administramos o nosso comportamento, lidamos com as complexidades sociais e tomamos decisões pessoais para atingirmos resultados positivos.

A inteligência emocional é dividida em duas competências:

1 – A competência pessoal que é dividida em duas habilidades: autoconsciência e autogestão.

2 – A Competência social que dividida em duas habilidades:  consciência social e gestão de relacionamentos.

As duas competências da inteligência emocional

 A competência pessoal é a nossa capacidade de nos manter cientes das nossas emoções e de gerenciar o nosso comportamento e as nossas tendências.

A competência social é nossa capacidade de reconhecer e entender o estado emocional, o comportamento e as motivações das outras pessoas para melhorar a qualidade dos nossos relacionamentos.

A habilidade de autoconsciência

A autoconsciência é a nossa capacidade de notar as nossas próprias emoções no momento em que elas surgem e conhecer as nossas tendências em diferentes situações.

A autoconsciência inclui nos manter atentos ao modo como costumamos reagir a determinados eventos, dificuldades e pessoas.

Para desenvolvermos a nossa autoconsciência, precisamos estar dispostos a tolerar a dificuldade de nos concentrar em sentimentos que podem ser desconfortáveis.

Estratégias de autoconsciência

  1. Pare de rotular os sentimentos como bons ou ruins.

2. Note o efeito propagador de suas emoções.

3. Enfrente o seu desconforto.

4. Sinta as emoções no seu corpo.

5. Saiba quem e o que costuma irritá-lo.

6. observe a si mesmo com muita atenção.

A habilidade de autogestão

A autogestão é a nossa capacidade de usar a conscientização das nossas emoções para nos manter flexíveis e direcionar o nosso comportamento de forma positiva. Isso inclui gerenciar as nossas reações emocionais a diferentes situações e pessoas.

Estratégias de autogestão

  1. Respire corretamente.

2. Faça uma lista de “Emoção versus Razão”.

3. Conte até dez.

4. Não tome decisões precipitadas.

5. Converse com alguém que não esteja emocionalmente envolvido no seu problema.

6. Visualize seu sucesso.

A habilidade de consciência social

A consciência social é a nossa capacidade de reconhecer as emoções das outras pessoas e saber o que de fato o que está se passando com elas. Isso implica notar o que os outros estão pensando e sentindo mesmo quando não concordamos com eles. A escuta e a observação são os principais elementos da consciência social.

Estratégias de consciência social

  1. Chame as pessoas pelo nome.

2. Observe a linguagem corporal dos outros.

3. Aguarde o momento certo.

4. Pratique a arte de ouvir.

5. Conheça as regras do jogo da cultura.

6. Procure ver o quadro geral.

A habilidade de gestão de relacionamentos

A gestão de relacionamentos é a nossa capacidade de usar a conscientização das nossas próprias emoções e das emoções das outras pessoas para gerenciar bem as nossas relações interpessoais. Isso garante uma comunicação clara e uma abordagem eficaz para os conflitos. A gestão de relacionamentos também inclui os vínculos que desenvolvemos com os outros ao longo do tempo. Quem sabe administrar bem os relacionamentos é capaz de ver os benefícios de formar vínculos com muitas pessoas diferentes mesmo sem gostar delas.

Estratégias de gestão de relacionamentos 

1. Seja aberto e curioso.

2. Melhore o seu estilo de comunicação natural.

3. Explique suas decisões, não apenas as tome.

4. Saiba aceitar críticas.

5. Saiba dar um feedback direto e construtivo. 

6. Não fuja das conversas difíceis.

E então, ficou mais fácil entender o que é inteligência emocional? Agora é hora de praticar, de usar as estratégias listadas no texto. E lembre-se a inteligência emocional pode ser melhorada e ampliada, basta praticá-la constantemente. No começo pode parecer difícil, mas com o tempo passa a ser um estilo de vida.

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

CONHEÇA O NOSSO CURSO DE INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

Sobre o autor

Empresa voltada para o desenvolvimento e a gestão de pessoas. Nosso objetivo é prestar um serviço personalizado e sempre focado nas características, valores, missão e visão estratégica de cada cliente.

Posts Relacionados

Deixe um Comentário